terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Edital de seleção para o curso de ESPECIALIZAÇÃO "Gestão de Políticas Publicas em Gênero e Raça" 

Data de publicação: 10-12-2013 

Estão abertas as inscrições para o curso de especialização em Gestão de Políticas Publicas em Gênero e Raça na modalidade "educação a distancia" para os Polos de Camaçari, Conceição do Coité, Jacaraci, Juazeiro, Mata de São João, Pintadas e Piritiba.Leia mais...

Edital de seleção para o curso de EXTENSÃO "Gestão de Políticas Publicas em Gênero e Raça" 


Data de publicação: 09-12-2013
 
Normas para o processo de seleção de vagas de alunas(os) do Curso de EXTENSÃO em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça na modalidade "educação a distancia", para os municípios de Camaçari, Carinhanha, Mata de São João e Paulo Afonso 

quinta-feira, 28 de novembro de 2013


http://gurupi.ifto.edu.br/site/wp-content/uploads/2013/07/processo-Seletivo-300x209.jpg 
CURSOS DE EXTENSÃO E ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM GÊNERO E RAÇA  -  Modalidade EAD
 2014 

O Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM/UFBA) torna público a realização dos Cursos de Formação em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça, nas modalidades extensão (300 horas) e Especialização (420 horas). Os cursos serão realizados de forma semipresencial (educação a distancia) através da Universidade Aberta do Brasil

Trata-se de um curso oferecido pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM-PR), a Universidade Federal da Bahia e a Universidade Aberta do Brasil em uma parceria com a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR/PR), a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização,  Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (SECADI/MEC) e a  ONU Mulheres - Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres

O objetivo dos cursos de Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça – GPP-GeR é formar profissionais aptos/as a atuarem no processo de elaboração, aplicação, monitoramento e avaliação de projetos e ações de forma a assegurar a transversalidade e a intersetorialidade de gênero e raça nas políticas públicas. A meta é que a Administração Pública desenvolva instrumentos para transformar a preocupação com a equidade de gênero e raça em ações permanentes e sistêmicas incorporadas à agenda pública.

Estes cursos são dirigidos a servidores/as federais, estaduais e municipais da Administração Pública, a integrantes dos Conselhos de Direitos da Mulher, dos Fóruns Intergovernamentais de Promoção da Igualdade Racial, dos Conselhos de Juventude e a dirigentes de organismos não governamentais ligados à temática de gênero e da igualdade étnico-racial. Também poderão ser beneficiados/as pelo programa gestores/as das áreas de educação, saúde, trabalho, segurança e planejamento.

As vagas do curso de especialização serão destinadas aos polos de Camaçari (30 vagas); Conceição do Coité (30 vagas); Jacaraci (30 vagas); Juazeiro (30 vagas); Mata de São João (30 vagas); Pintadas (30 vagas); Piritiba (30 vagas)., extensivos aos municípios circunvizinhos a esses polos.

As vagas do curso de extensão serão destinadas aos polos de Camaçari (50 vagas); Mata de São João (50 vagas); Carinhanha (50 vagas) e Paulo Afonso (50 vagas), extensivos aos municípios circunvizinhos a esses polos.

Os cursos são gratuitos e as inscrições estarão abertas no período de  09 de dezembro de 2013 a 10 de janeiro de 2014


Os editais de seleção para os cursos de extensão e de especialização com todas as informações e formulários de inscrições necessários, estarão disponíveis a partir do dia 09 de dezembro nos seguintes endereços:





quarta-feira, 13 de novembro de 2013


Professora Ana Alice Costa discute sobre empoderamento das mulheres na política dando um esclarecimento sintético sobre o termo empoderamento.

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Especialização Módulo VI



 

 

Quem não teve aprovação em até dois módulos, deverá fazer
a prova de recuperação (especifica para cada modulo)
na próxima aula presencial do Modulo VI.
Os(as) cursistas de Salvador farão a prova no dia 31 de agosto
(sábado) as 8:30 no NEIM
.

Não haverá segunda chamada para esta prova,
quem não fizer em seu polo terá que vir à Salvador
no dia 31 de agosto



domingo, 21 de julho de 2013

9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero




15/07 - Seguem abertas as inscrições para o 9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero



Saiba mais sobre o concurso no portal www.igualdadedegenero.cnpq.br
Até 30 de setembro, redações e artigos científicos de estudantes do ensino médio, universitárias e universitários sobre gênero, mulheres e feminismos podem ser inscritas  em concurso nacional. Escolas com ações em prol da igualdade e do enfrentamento de discriminações também serão reconhecidas 

Estudantes do ensino médio, graduação, mestrado e doutorado; graduadas e graduados, especialistas; mestras e mestres poderão se inscrever na 9ª edição do Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, por meio do portal www.igualdadedegenero.cnpq.br. O concurso selecionará, até 30 de setembro, redações e artigos científicos, além de experiências inovadoras de escolas públicas e privadas. 
A iniciativa tem como objetivo estimular a produção científica e a reflexão crítica acerca das desigualdades entre mulheres e homens. Os trabalhos que se destacarem receberão premiações, tais como notebooks e equipamentos de informática (para estudantes de ensino médio), bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado, de acordo com as normas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 
Todas as categorias terão inscrição somente pelo portal www.igualdadedegenero.cnpq.br 
Ensino pró-equidade - Escolas públicas e privadas de ensino médio, com projetos e ações pedagógicas para a promoção da igualdade entre mulheres e homens, poderão apresentar iniciativas voltadas ao enfrentamento à discriminação racial, étnica e de orientação sexual. Será escolhida uma escola por unidade da federação. 
Professoras e professores orientadores e as escolas que tiverem estudantes premiados receberão assinatura anual da Revista de Estudos Feministas e dos Cadernos Pagu.  
O Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero é uma realização da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (MCTI/CNPq), do Ministério da Educação (MEC) e da ONU Mulheres – Entidade das Nações Unidas para o Empoderamento das Mulheres e a Igualdade de Gênero. 
Recorde de inscrições - A 8ª Edição do Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, ocorrida em 2012, alcançou o recorte de 5.139 trabalhos. Em 2010, foram efetuadas 4.572 inscrições, aumento de 12% no comparativo ao número de participantes da 8º edição.
9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero
Período de inscrições: até 30 de setembro de 2013
Mais informações: www.igualdadedegenero.cnpq.br
Comunicação Social
Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM
Presidência da República – PR
Participe das redes sociais: Ícone_face/spmulheres e Ícone_twitter@spmulheres

segunda-feira, 15 de julho de 2013




A UFBa esta divulgando o edital para preenchimento de 10 vagas residuais para o Curso de Graduação "Bacharelado em Gênero e Diversidade" oferecido em Salvador, no turno noturno.
As inscrições para estudantes externos a UFBa ou portadores de diploma de nível superior serão no período de 08 a 15 de agosto.
Veja todas as informações no endereço:
www.vagasresiduais.ufba
Voce pode saber mais sobre o curso no endereço: http://www.generoediversidade.ufba.br

terça-feira, 25 de junho de 2013

Calendário de aulas presenciais do Modulo V

Por favor, fique atento(a) as novas datas:
POLO
DATA
Salvador
Salvador*
17 e 18 julho
ver aviso abaixo
Irecê
05 julho
Feira
06 julho
Itamaraju
11 julho
Itabuna
12 julho
V.Conquista
13 julho
Em função da festa de São Pedro e os jogos da Copa das
Confederações, as aulas do grupo * e de Salvador foram alteradas,
sendo adiadas para 17 e 18 de julho a noite no
Auditório do Instituto de Geociências da UFBa

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Mudanças no calendário de aulas presenciais do Modulo V


No sentido de garantir a entrega dos módulos impressos para todos(as) as cursistas, e os comprovantes de matriculas para aqueles(as) que estão fazendo a especialização, em nossos próximos encontros, estamos mudando as datas das aulas presenciais nos polos de Itamaraju, Itabuna e Vitória da Conquista, inicialmente previstos para junho. Os demais polos conservam a data.


Por favor fique atento(a) as novas datas:



POLO
DATA
Salvador
27 e 28 junho
Irecê
05 julho
Feira
06 julho
Itamaraju
11 julho
Itabuna
12 julho
V.Conquista
13 julho
 

domingo, 19 de maio de 2013

Convite 30 anos do NEIM


MESTRADO EM ESTUDOS SOBRE AS MULHERES Candidaturas ao 12º curso - 2013-2015 - Eduacação a Distância



Informamos que estão a decorrer, até 14 de Junho, as candidaturas ao 12º curso do Mestrado em Estudos sobre as Mulheres da Universidade Aberta - Campus do Taguspark - Portugal

Este mestrado, pioneiro em Portugal, foi criado em 1994 e funciona, presentemente, em regime de e-learning. A igualdade entre mulheres e homens constitui um dos grandes desafios internacionais, presente nos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) da ONU. Este mestrado permite aprofundar a investigação neste domínio de estudos e desenvolver competências profissionais e de decisão para a implantação de Políticas para a Igualdade que tenham em conta os aspectos relacionados com o género na vida social e cultural, em relação com outras desigualdades sociais.

O curso funciona totalmente em regime de e-learning, permitindo construir conhecimento e partilhar experiências numa comunidade de aprendizagem diversificada e operando em diferentes contextos sociais e culturais que esta modalidade de ensino oferece.

Todas as informações sobre o curso podem ser consultadas aqui: http://www2.uab.pt/guiainformativo/detailcursos.php?curso=46.
 


DEMAIS INFORMAÇÕES SOBRE O  CURSO (confira nos hiperlinks abaixo)

Agosto da Igualdade 2013




Em sua segunda edição, Agosto da Igualdade celebra legado da Revolta dos Búzios

Para resgatar e preservar a memória e o legado da Revolta dos Búzios, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) lança a segunda edição do Edital Agosto da Igualdade, voltado para a seleção de projetos da sociedade civil, que tenham como foco a promoção da visibilidade, reflexão, debate compreensão e valorização do movimento que lutava pela implantação de uma república democrática e pelo fim da escravidão.

Serão selecionados até 14 projetos, de entidades baianas, com um investimento previsto de R$ 200 mil, sendo que 10 projetos serão contemplados com até R$ 10 mil, para a modalidade de formação, e quatro para registro e memória, com um apoio de até R$ 25 mil. Para a primeira alternativa, serão admitidas propostas para a realização de cursos, seminários e oficinas, com o objetivo de debater e transmitir informações sobre a temática. A opção de registro e memória oferece aos candidatos as possibilidades de criação de documentários, peças teatrais, CDs, exposições temáticas e publicação de cartilhas.

Os interessados deverão se inscrever até o próximo dia 31, na sede da Sepromi, ou postar os projetos em uma agência dos correios até a data limite. Acesse o edital e confira mais informações clicando aqui.

Heróis nacionais


Os soldados Lucas Dantas e Luís Gonzaga das Virgens e os alfaiates Manoel Faustino e João de Deus, líderes da Revolta dos Búzios – também conhecida como Revolta dos Alfaiates ou Conjuração Baiana – foram reconhecidos como heróis nacionais em 2011 pela presidente Dilma Rousseff.
 
Fonte: SEPROMI | Secretaria de Promoção da Igualdade Racial
http://www.igualdaderacial.ba.gov.br/2013/05/em-sua-segunda-edicao-agosto-da-igualdade-celebra-legado-da-revolta-dos-buzios/

EDITAL AGOSTO DA IGUALDADE DE 02 A 31 DE MAIO DE 2013




sexta-feira, 17 de maio de 2013

Confirmação de local aula presencial Polo Salvador

Prezados/as,
Estamos confirmando a aula presencial do GPPGeR - Especialização e Extensão, Polo Salvador, nos dias 21 e 22 de maio das 18:30 às 22:00h. 
O local desta vez será o instituto de Geociências da UFBA, salas 101 e 106 - 
acesso pela Av. Garibaldi 
(proximo à entrada da Av. Ademar de Barros e do Monumento a Clériston Andrade).

Cordialmente,

A coordenação


Carta à comunidade - 30 anos do NEIM


domingo, 12 de maio de 2013


Mulheres do Brasil, Presente!




Com direção geral da J.A.Malheiros, este vídeo traça um retrato da mulher brasileira, com depoimentos marcantes de lideranças e narrações de atrizes famosas, este vídeo é um chamado à ação e à mobilização pois mostra que as mulheres só têm conquistas quando lutam muito por seus direitos. Este vídeo foi incentivado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres para exibição na I Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, em 2002

quarta-feira, 24 de abril de 2013

AGENDE-SE PARA O PRÓXIMO ENCONTRO PRESENCIAL EM MAIO









Sobre as docentes que estarão no encontro:

JALUSA SILVA DE ARRUDA

Possui graduação em Direito pelo UNESC - Centro Universitário do Espírito Santo (2001). É Especialista em Relações Internacionais pela Escola de Administração da UFBA - Universidade Federal da Bahia (2009) e Mestre em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo pela FFCH - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA - Universidade Federal da Bahia (2011). É assessora técnica do PAIR - Programa de Ações Integradas e Referencias de Combate a Violência Sexual Infanto Juvenil no Território Brasileiro, cuja gestão e coordenação é do PRAE - Programa Escola de Conselhos da UFMS - Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Tem experiência em Direito, atuando principalmente nos seguintes temas: Direito da Criança e do Adolescente, Direitos Fundamentais, Direitos Humanos, Mediação de Conflitos e Gênero e Diversidade.

 SALETE MARIA SILVA

Graduada em Direito pela Universidade Regional do Cariri-URCA, Mestre em Direito pela Universidade Federal do Ceará-UFC e Doutora em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismos pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia-UFBA, onde desenvolveu pesquisas sobre gênero, direito e participação das mulheres no processo constituinte. Realizou estância acadêmica (doutorado-sandwich) na Universidad Nacional Autónoma do México-UNAM, como bolsista da CAPES. É advogada com formação especial em Direitos Humanos (GAJOP-UNICAP) e capacitação em Direitos Humanos pela Secretaria Especial de Direitos Humanos do Governo Federal-SEDH. Tem formação em Metodologia para a Incorporação da Perspectiva de Gênero no Direito pela Unión Nacional de Juristas de Cuba. É professora do Curso de Direito da Universidade Regional do Cariri (URCA), onde leciona Direito Constitucional (graduação) e Direitos Humanos e Prática Jurídico-Profissional (pós-graduação). Atua principalmente nos seguintes temas e campos de interesse: Direito e Políticas Públicas, Direito Constitucional, Direitos Humanos, Gênero e Direito, Direito e Cidadania, Direito das Mulheres, Direitos para LGBTTs, Direito e Transformação Social, Pluralismo Jurídico.

SONIA JAY WRIGHT

Professora do Curso Gênero e Diversidade, do Núcleo de Estudos Interdisciplinares da Mulher (Neim), vinculado ao Depto. de Ciência Política da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Graduada em Direito (1988) e mestra em Ciência Política (1996) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); participou do Programa de Formação em Análise de Políticas Públicas do Cebrap/LBJ School of Public Affairs, UT, Fundação Ford, em Austin, Texas, Estados Unidos (EUA), 1993-1994; e é doutora em Ciências Sociais (2009) pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Assessora no Convenio Formação e Empoderamento de Mulheres Diversas para a Construção de Novas Cidadanias na Colombia, Brasil, Equador e Peru;